lillylovesgreen

sobre tudo um pouco

pensamento do dia 31 agosto, 2011

Filed under: dia-a-dia — Ligia @ 3:05 pm

 

The surface is gone. I scratched it off 29 agosto, 2011

Filed under: música — Ligia @ 3:11 am

The moment has come to face the truth
I’m wide awake and so are you
Do you have a clue what this is (I don’t know)
Are you everything that I’ve missed? (I don’t hope so)
We’ll just have to wait and see (wait and see)
If things go right, we’re meant to be

Modern Nature – Sondre Lerche and Lillian Samdal

 

frases (ou estrofes) da semana 26 agosto, 2011

Filed under: música — Ligia @ 9:46 pm

“Mentiras sinceras (não) me interessam”

“Hoje eu acordei com sono e sem vontade de acordar
como pode alguém ser tão demente, porra louca
inconsequente e ainda amar, ver o amor
como um abraço curto pra não sufocar
ver o amor como um abraço curto pra não sufocar”

“Pra quem não sabe amar, fica esperando
Alguém que caiba no seu sonho”

“Você sonhava acordada
Um jeito de não sentir dor
Prendia o choro e aguava o bom do amor”

“O teu amor é uma mentira
Que a minha vaidade quer
E o meu, poesia de cego
Você não pode ver”

“Eu quero a sorte de um amor tranquilo
Com sabor de fruta a mordida
Nós na batida no embalo da rede
Matando a sede na saliva”

100% Cazuza

 

a dor a e a delícia de ser o que é 23 agosto, 2011

Filed under: amizade,de tudo um pouco,filme,música — Ligia @ 3:00 pm

Inspiração em um dia especial como hoje com vontade de simplesmente deitar em ‘lençóis de linho’, sentir-me em casa, cantar junto e ouvir música boa.

lay me down in sheets of linen
you  had a busy day today

 

sobre um outro josé 16 agosto, 2011

Filed under: de tudo um pouco,filme — Ligia @ 10:45 am

“Se eu tivesse morrido aos 63 anos, antes de te conhecer, teria morrido muito mais velho do que serei quando chegar a minha hora” – José Saramago para sua mulher, Pilar.

Porque nunca é tarde

Porque é sempre possível

Porque é pra todo mundo

E porque, pelo menos nos meus sonhos mais ingênuos, deve ser para a vida toda.

 

coisas para lembrar 10 agosto, 2011

Filed under: dia-a-dia — Ligia @ 12:16 pm

Agora eu era o herói
E o meu cavalo só falava inglês
A noiva do cowboy
Era você
Além das outras três
Eu enfrentava os batalhões
Os alemães e seus canhões
Guardava o meu bodoque
E ensaiava um rock
Para as matinês

Agora eu era o rei
Era o bedel e era também juiz
E pela minha lei
A gente era obrigada a ser feliz
E você era a princesa
Que eu fiz coroar
E era tão linda de se admirar
Que andava nua pelo meu país

Não, não fuja não
Finja que agora eu era o seu brinquedo
Eu era o seu pião
O seu bicho preferido
Sim, me dê a mão
A gente agora já não tinha medo
No tempo da maldade
Acho que a gente nem tinha nascido

Agora era fatal
Que o faz-de-conta terminasse assim
Pra lá deste quintal
Era uma noite que não tem mais fim
Pois você sumiu no mundo
Sem me avisar
E agora eu era um louco a perguntar
O que é que a vida vai fazer de mim

 

João e Maria, Chico e Sivuca

 

wahrol já dizia 2 agosto, 2011

Filed under: dia-a-dia — Ligia @ 11:50 pm

Enquanto não vou à exibição de vídeos de Andy Wahrol que está rolando na cidade, compartilho algumas frases que copiei na ultima exposição de suas obras que fui – ano passado na Estação Pinacoteca:

“A fonte dos problemas das pessoas são suas fantasias. Se você não tivesse fantasias, você não teria problemas, porque você aceitaria qualquer coisa que estivesse na sua frente. Mas aí você não teria romance, porque romance é encontrar sua fantasia em pessoas que não são sua fantasia”

Faz sentido? Eu acho. E outra, que não me diz muita coisa:

“O sexo é uma ilusão. O mais excitante é não fazê-lo”