lillylovesgreen

sobre tudo um pouco

momentos raros de romantismo 30 agosto, 2010

Filed under: dia-a-dia — Ligia @ 10:19 pm

Sou pouco romântica e acho que fui ficando cada vez menos com o passar dos anos. Não sei, parece que o ser romântica deixa a gente meio bobona e nos faz criar expectativas (muitas vezes frustrantes) em relação ao outro, porque afinal, nunca basta fazermos os gestos, queremos que sejam super fofos com a gente também.

Enfim, mesmo sendo assim no dia-a-dia dos relacionamentos e achando bem jacú alguns clichês (ódio mortal de bichos de pelúcia), às vezes me deparo com minhas incoerências e nuances mais românticos…

Esses dias foram algumas frases lidas no fB, seguidas por suspiros em filmes otimistas que me fizeram aceitar que sou mesmo uma romântica enrustida, dessas que espera flores em dias não especiais, visitas inesperadas, surpresas e bilhetinhos escondidos…

ai ai ai

Anúncios
 

(…) 23 agosto, 2010

Filed under: dia-a-dia — Ligia @ 9:02 pm

178.

toda mulher tem um homem que se foi
um homem que a deixou por outra
um homem que a deixou por um câncer
um homem que nem mesmo a notou
um homem que a deixou por um ideal
um homem que sumiu num temporal
um homem que não passou de dois drinques
toda mulher tem um homem que se foi
um homem que foi pego em flagrante
um homem que prometeu um brilhante
um homem que saiu para jogar
toda mulher tem um homem
que esqueceu de voltar

Martha Medeiros, em Poesias Reunidas

 

Wenn Du Fühlst Was Ich Fühle 19 agosto, 2010

Filed under: dia-a-dia,música — Ligia @ 11:01 am
I bet you’re wondering how I knew
That this would come to an end
He stole your heart from you
So you tossed me out to the wind

 

I keep pretending not to care
But the winter scent in her hair
Compels my hands to do
The things my heart wouldn’t dare

 

 

nada como um dia depois do outro 17 agosto, 2010

Filed under: dia-a-dia — Ligia @ 1:02 am
Where did we lose the touch
That seemed to mean so much
It always made me feel so
Free as a bird (John Lennon)

 

Hoje acordei esperando um dia horrível, sequencia natural de um final de semana quase catastrófico. Só que me surpreendi de tal maneira com conversas sobre assuntos importantes e frases inspiradoras de tantas pessoas novas e com as quais não tinha imaginado nada similar, que vou dormir me sentindo tão bem e leve, como há dias desejava.

 

memória seletiva 15 agosto, 2010

Filed under: dia-a-dia — Ligia @ 11:29 am

Minha cuca batuca
Eterno ziguezague
Entre a escuridão e a claridade…’ 
(A voz de uma pessoa vitoriosa, Caetano e Waly Salomão)

Queria ter uma tecla ‘delete’ em algum lugar da minha cabeça.

 

descoberta 10 agosto, 2010

Filed under: dia-a-dia — Ligia @ 10:39 pm
um, dois e… quando me dou conta, já fui, me joguei
antes de contar até três disse o que não era para ser dito
fiz coisas que não era para ter feito
me arrebento rápido, nem dói de tão ligeiro
mentira, dói de qualquer jeito (Martha Medeiros)
Poema do delicioso e recém descoberto blog da Martha Medeiros, escritora que adoro. Leia mais aqui –  há outros mais propícios, mas muito escancarados.
 

a noite todos os gatos são pardos 6 agosto, 2010

Filed under: dia-a-dia — Ligia @ 8:07 pm

Semana loooonga, cheia de altos e baixos.         

E eu continuo sem saber porque ainda entro em novas furadas e demoro tanto pra me livrar delas. Não sei se é ingenuidade, burrice, masoquismo ou só a velha auto-sabotagem mesmo.

argh